terça-feira, 7 de abril de 2009

Lords Of The New Church

Não são estranhos para ninguém os Lords of the new Church.
Nascidos das cinzas dos Dead Boys (Stiv Bators, vocalista), Damned (Brian James, guitarrista), Sham 69 (Dave Tregunna, baixista) e Barracudas (Nicky Turner, baterista), esta super-banda impos-se como uma banda de culto ao conseguir misturar o punk, goth/post-punk e new wave de forma quase perfeita.


O auge deu-se logo no 1º album, auto-entitulado "Lords Of The New Church". Não tem um tema mau, tudo na mesma linha... post/punk com jogo e intensidade. Começa com o clássico "New Church" que acaba por ser o grande hino da banda. Segue com outro tema forte, mais 'dark', o grande "Russian Roulette". Temos então um tema mais punk/new-wave com "Question of Temperature" que tem sequência no tema seguinte "Eat Your Hear Out" (provavelmente o melhor tema do album). O resto do disco segue a mesma fórmula e segue-a com sucesso.

Este albúm é a razão pela qual os Lords Of The New Church tiveram e têm tanto sucesso entre várias facções músicais. São respeitados dentro do punk, dentro do gótico e dentro da New-Wave e fãs em geral de anos 80.

Depois do 1º disco seguem-se mais dois, com um tom mais sombrio, mais gótico, mais virado para o post-punk que fazia sucesso na altura.

Portanto, houve mais para além dos Dead Boys na carreira de Stiv Bators. Aconselho mesmo a que oiçam o clássico a solo, 'Disconnected'. Powerpop/punk com toques glam com selo de qualidade.

Voltando ainda aos Lords Of The New Church, lançam em 1988 também um albúm ao vivo com várias versões de temas 'garage' clássicos, "Second Coming". Datado de 1988 e já com Danny Fury na bateria, revisitam clássicos da própria autoria como "Question Of Temperature" e da autoria de outrém, como "You Really Got Me" (dos Kinks).


Resta acrescentar que os Lords passaram por Portugal. A primeira vez, se não estou em erro (e se estiver que me corrijam) foi no Rock Rendez-Vous. Reza a crónica que foi um bom concerto, ainda com Stiv Bators a liderar a banda.

Voltaram bem mais recentemente com uma formação remodelada (obviamente sem Stiv, que morreu em 91) com Rat Scabies (Damned) na bateria, acompanhado por Brian James e Dave Tregunna. O Concerto foi por volta de 2002-2003 em Coimbra. Quem foi gostou, mas sentiu a falta do mítico e carismático vocalista. É que é assim, há uns que são mesmo únicos, e Stiv Bators foi!!

5 comentários:

Felipe disse...

Muito bom o blog.
Teria como você postar algo sobre a banda dinamarquesa SODS?

Muito obrigado.

Rotten disse...

Olá Felipe,
Em relação aos Sods é curioso que estou à espera de receber uma compilação com bandas dinamarquesas da altura.
Provavelmente será uma boa compilação para ser exposta aqui.
Vai dando uma vista de olhos que pode ser que tenhas uma surpresa.
Obrigado pelo comment.

Anónimo disse...

O Fórum Carapau está de volta!

O Carapau - Fórum Subversivo

Estamos de volta!

Crónica, crítica e construção subversiva!
A nossa aldeia, o mundo, corrupção,Irão e afins!
De onde viemos, onde estamos, para onde vamos?
Enfim, a informação do costume, os comentários… são vossos!

Visita, divulga, participa!
http://carapau.pt.vu

Xico Punk disse...

O tema Question of Temperature não é deles mas sim dos BALOON FARM uma banda americana de garage Psych dos 60's ouviste este tema no Maxime este fim de semana na festa de carnaval.
A minha versao favorita é dos Brownsville Station do album Yeah.

José Belo disse...

Eu estive nesse concerto do Rock Rendez-Vous, foi muito bom. O Steve quando entrou tropeçou num dos jacks e caiu. Abriu uma ferida na testa e ficou a escorrer sangue o concerto todo. Era uma ferida pequena e ele nem se apercebeu logo, só passados uns minutos quando lhe começou a chegar ao nariz (ele até devia pensar que era suor). Boas memórias...